Afinal, CP não terá comboios especiais para o Alive. Veja os horários

Ao contrário de outros anos, em que a CP – Comboios de Portugal garantiu comboios especiais para o festival NOS Alive, este ano, e devido à greve, isso não acontecerá. 

No ano passado, por exemplo, houve horário alargado na Linha de Cascais, com comboios para o Cais do Sodré e Cascais até às 04h00. Este ano, o último comboio de Algés para o Cais do Sodré parte à 01h59 e para Cascais sai às 00h41 – o que vai condicionar quem vai ao festival. 

Segundo confirmou o Notícias ao Minuto junto da CP, estes são os horários para os dias 7, 8 e 9 de julho: 

Últimos comboios a sair:

De Algés para o Cais do Sodré: 00h29/00h59/1h29 e 1h59

De Algés para Cascais: 23h11/23h41/00h11/00h41

Primeiros comboios a sair:

De Algés para o Cais do Sodré: 7h29, no dia 7 de julho

7h53, nos dias 8 e 9 de julho

De Algés para Cascais: 6h41

Ora, como denota fonte apurada pela Blitz, sendo que o tempo expectável de duração do concerto dos cabeça de cartaz Red Hot Chili Peppers é de aproximada de uma hora e 40 minutos, e começa às 23h30, a vida fica complicada para quem quer desfrutar do concerto completo. 

Sair do concerto e enfrentar o mar de gente e garantir lugar no último comboio, será, certamente, uma tarefa difícil. 

A Everything is New, promotora do festival, tem vindo a alertar para este constrangimento. “Devido ao pré-aviso de greve para os dias do NOS Alive’23, estamos a aguardar indicações e confirmações dos comboios CP Linha Cascais por parte da CP – Comboios de Portugal”, pode ler-se na página do NOS Alive.

Esta mesma tarde, à RTP, Álvaro Covões, diretor da Everything Is New e do NOS Alive recomendou aos festivaleiros que pensem numa alternativa à CP “para saíram no final do festival”. E atirou farpas: “Este festival começou em 2007, e a escolha do local foi precisamente esta por ter uma estação de comboio, que é o transporte mais sustentável. Infelizmente vamos ter este inconveniente. É pena que as partes [CP e sindicatos] não consigam chegar a acordo e que o esforço da sociedade civil para organizar eventos, pôr Portugal no mapa e criar riqueza seja defraudado porque as pessoas não se conseguem sentar a uma mesa e chegar a um acordo”, afirmou. 

Segundo a Lusa, o primeiro dia de uma nova greve parcial convocada pelo Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI), com especial incidência nas bilheteiras e revisores da CP, levou à supressão de 20 comboios até às 08h00, segundo a transportadora.
 
A greve parcial dos revisores e trabalhadores das bilheteiras na CP abrange também o período em que decorre em Lisboa a Jornada Mundial da Juventude.

Os Red Hot Chili Peppers e os The Black Keys são os grandes destaques de hoje no festival Alive, que decorre até sábado no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras, e cujo cartaz inclui mais de cem artistas.

O Notícias ao Minuto contactou a Everything is New e aguarda resposta.

Leia Também: Red Hot Chili Peppers unem pais e filhos, amigos e casais no Alive

Deixe um comentário