AR saúda "capacidade de resistência" dos profissionais do Teatro

O projeto, apresentado pela comissão parlamentar de Cultura e Comunicação, foi aprovado por unanimidade por todos os partidos e deputados em sessão plenária.

“Neste Dia Mundial do Teatro, lembrar e saudar todos os seus profissionais — atores, encenadores, diretores artísticos, técnicos — e lembrar, também, todos os que partiram deixando um legado de orgulho e saudade, é uma homenagem simbólica a que o parlamento se quer associar”, pode ler-se na iniciativa.

O texto sublinha que “num ano pandémico, de gravíssimas dificuldades que afetaram brutalmente todos os profissionais desta nobre arte de palco, o tema escolhido pela UNESCO [Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura] — que, através do Instituto Internacional do Teatro, criou o Dia Mundial do Teatro — foi a “resistência à pandemia“, destacando-se “a sagacidade e coragem” destes profissionais”.

“Pelo segundo ano consecutivo com as portas fechadas neste dia, teatros e companhias de todo o país não deixaram de demonstrar essa sua capacidade de resistência à pandemia, a sua sagacidade e coragem, levando ao público ensaios e espetáculos através de transmissões em ‘streaming'”, enaltece a iniciativa.

A Assembleia da República, ao aprovar este projeto, saudou hoje “todos os profissionais do teatro que, apesar das tremendas dificuldades, se reinventaram“, prestando “sentida homenagem a todos os profissionais do teatro que partiram em consequência desta pandemia, deixando-nos a memória de tempos aos quais desejamos poder regressar em breve”.

“O público não esteve fisicamente presente e os seus aplausos não se fizeram ouvir nas salas, mas esta prova de enorme resiliência merece da nossa parte esse desejado aplauso, aqui na Assembleia da República”, lê-se no texto.

 

Deixe um comentário