Billy Hart e Dayna Stephens no Festival Internacional SeixalJazz

“Em 2021, o Festival Internacional SeixalJazz celebra 25 anos e regressa, entre os dias 14 e 23 de outubro, ao Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal, sempre às 22:00″, com um cartaz “de destaque, que junta em palco projetos nacionais e que conta com o regresso dos coletivos americanos”, refere a Câmara Municipal do Seixal num comunicado hoje divulgado.

O festival arranca no dia 14 com “o quarteto do baterista norte-americano Billy Hart, num regresso ao Seixal agora como líder, após a última passagem, em 2018, pelo festival”.

No segundo dia do SeixalJazz, atua o Diogo Alexandre Bock Ensemble, “com a bateria novamente a marcar lugar num coletivo que reúne dos mais destacados músicos do panorama jazzístico nacional e internacional”.

Para dia 16 de outubro está marcado um outro regresso ao festival, “desta vez da responsabilidade dos L.U.ME. — Lisbon Underground Music Ensemble, um projeto português que coloca 15 instrumentistas em palco, dirigidos pelo pianista Marco Barroso”.

A programação continua no dia 20 de outubro com o projeto Communion de João Lencastre, agora na versão trio, “que irá apresentar composições dos mais recentes trabalhos do baterista, bem recebidos pelos entusiastas no país e no estrangeiro”.

Em 21 de outubro atua o quarteto do saxofonista norte-americano Dayna Stephens, “já com dez trabalhos de originais muito bem acolhidos pela crítica”.

No dia seguinte, 22 de outubro, sobre ao palco o quarteto da chilena Melissa Aldana, “aclamada como uma das melhores saxofonistas contemporâneas”.

O encerramento da 22.ª edição do SeixalJazz fica a cargo do saxofonista norte-americano Ted Nash, que regressa ao festival ano em trio, acompanhado do contrabaixista Ben Allison e do guitarrista Steve Cardenas.

Deixe um comentário