Brian May critica decisão dos Brit Awards: “O Freddie Mercury veio de Zanzibar, não era britânico nem era bem branco e ninguém queria saber”

A partir do próximo ano, os Brit Awards deixarão de dividir as categorias de Melhor Artista e Melhor Artista Internacional em “masculino” e “feminino”, para incluir artistas não-binários. Brian May lamenta aquilo a que chama “clima de medo”, argumentando: “Por exemplo, o Freddie Mercury não era britânico nem era bem branco e ninguém queria saber. Era músico, nosso amigo, nosso irmão. Acho assustador que agora tenhamos de ser tão calculistas”
Blitz
Read More

Deixe um comentário