Castelo Branco reabre museus e centros interpretativos na terça-feira

 

“Durante o tempo de confinamento, o nosso esforço virou-se para a formação dos trabalhadores, obras de recuperação e melhoramentos em diversos equipamentos. Agora, chegou o momento de restabelecer o contacto com o público, através de uma dinâmica que potencia a visita aos nossos espaços culturais, de forma segura”, afirma, em comunicado enviado hoje à agência Lusa, o presidente do município de Castelo Branco, José Augusto Alves.

O autarca refere ainda que decidiu retomar a atividade nos museus e centros interpretativos, “com visitas em língua gestual”, uma forma de “tornar os espaços mais inclusivos”.

Para além desta medida, está prevista a realização de visitas guiadas ao fim de semana, com marcação prévia, nos vários equipamentos culturais do concelho.

Durante o mês de abril, vão ser inauguradas as novas exposições na Casa Amarela e no Centro de Cultura Contemporânea [Castelo Branco]. Já os meses de maio e junho irão marcar a abertura de novas exposições na Sala da Nora e, durante o semestre, haverá novas exposições temporárias no Museu Cargaleiro e no Museu Francisco Tavares Proença Júnior”, lê-se na nota.

O município tem ainda prevista a realização de atividades com o público escolar até junho, altura em que é avaliada a sua continuidade durante o período de verão.

Deixe um comentário