Cinemas quase duplicam receitas e audiência até novembro face a 2021

Os dados mensais divulgados pelo ICA indicam que entre janeiro e novembro deste ano, os cinemas acolheram 8.360.487 espectadores, ou seja, mais 84% do que em período igual de 2021, quando se registaram 4.541.669 entradas.

Quanto a receita de bilheteira, até novembro, a exibição de cinema registou 47,6 milhões de euros (ME), o que representa um aumento de 88,4% face a 2021, que teve 25,2 ME.

Apesar de ainda não estarem contabilizados os dados de dezembro, a exibição cinematográfica em sala de cinema este ano irá superar substancialmente o ano passado.

O ICA indica que 2021 terminou com 5,4 milhões de espectadores e 30,6 ME de receita bruta de bilheteira.

Relativamente ao mês de novembro, e comparando com novembro de 2021, houve um aumento de 18,8% de audiência, de 674 mil espectadores para 801 mil entradas, e 15,3% de aumento de receita de bilheteira, de 3,7 ME para 4,3 ME.

Do total de 47,6 milhões de euros de receita de bilheteira contabilizados até novembro, 32 ME foram faturados pela exibidora NOS Lusomundo Cinemas, que segue líder do mercado.

A UCI foi a segunda exibidora com maior faturação até novembro, com 4,6 milhões de euros.

Em novembro de 2019, o último ano não afetado pela pandemia, os números então divulgados pelo ICA apontavam para uma receita acumulada próxima de 75,1 milhões de euros, em 11 meses, para cerca de 14 milhões de espectadores, nas salas portuguesas de cinema.

Em termos de filmes portugueses que contaram com apoio financeiro do ICA, este ano foram produzidas 91 obras, entre longas e curtas-metragens, o que representa o maior número em quase uma década (desde 2013).

A liderar a tabela dos filmes com maior audiência este ano em Portugal continua “Top Gun: Maverick”, de Joseph Kosinski, com um total de 713.828 espectadores e 4,4 milhões de euros de receitas.

Estreada em agosto, a comédia “Curral de Moinas – Os banqueiros do Povo”, de Miguel Cadilhe, é o filme português mais visto este ano, com 313.567 espectadores.

Leia Também: Cinemas perderam em outubro quase um milhão em receitas face a 2021

Deixe um comentário