Coreógrafo Miguel Ramalho revisita ‘Symphony of sorrows’

Além de ‘Symphony of sorrows’, do coreógrafo e primeiro bailarino da Companhia Nacional de Bailado (CNB), o próximo programa incluirá ainda ‘Fall’, de Sidi Larbi Cherkaoui, primeira obra do coreógrafo flamengo-marroquino a entrar para o repertório da companhia nacional.

Trata-se do primeiro programa desenhado por Carlos Prado, novo diretor da CNB desde setembro de 2021, com estreia prevista para 24 de março, e junta ensaios abertos, um ensaio geral solidário e uma conversa pré-espetáculo em torno deste programa, intitulado “Cherkaoui/Ramalho”, que ficará em cena até 03 de abril.

A coreografia ‘Symphony of sorrows’, assinada por Miguel Ramalho foi criada originalmente para a CNB em 2020, altura em que a pandemia gerava muitas incertezas em relação ao futuro.

Com música de Henryk Górecki e desenho de luz de Cristina Piedade, foi a primeira obra que os bailarinos da companhia dançaram, após o primeiro período de confinamento, em julho de 2020, e que agora foi transformada para ser dançada por mais bailarinos, uma das opções da visão do novo diretor para a CNB, como sublinhou à agência Lusa, numa entrevista realizada no final do ano passado, que é a de envolver mais artistas nos espetáculos.

Por seu turno, a coreografia ‘Fall’, criada em 2015 para o Ballet Real da Flandres, tem música de Arvo Pärt, e é agora dançada pela primeira vez pelos bailarinos da CNB, com 32 deles em palco.

O cenário e desenho de luz são da autoria de Fabiana Piccioli e Sander Loonen, e, os figurinos, de Kimie Nakano.

Na quinta-feira e a 16 de março, pelas 15:00, a companhia abre portas para ensaios abertos deste programa, no Teatro Camões, no quadro do Programa de Aproximação à Dança, que permite ao público testemunhar os processos de trabalho da criação artística, entre criadores/ensaiadores e os intérpretes.

Na véspera da estreia, a 23 de março, pelas 20:00, a CNB convida o público para mais um “Ensaio Geral Solidário”, no Teatro Camões, que visa a angariação de fundos que apoiem instituições de solidariedade social.

O ciclo de conversas pré-espetáculo “Vamos Falar de Dança” continuará em março, no dia 26, pelas 17:00, com entrada livre, desta vez sobre o próximo programa da companhia.

Leia Também: ‘Mortal e Rosa’, de Francisco Umbral, sobre filho, é apresentado hoje

Deixe um comentário