Criada associação para valorizar legado do poeta Afonso Duarte em Ereira

A apresentação pública da Associação Poeta Afonso Duarte decorreu hoje na casa onde nasceu, em Ereira, no dia em que fazia 139 anos, referiu a Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, numa nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Trata-se de um projeto “necessário e urgente” que pretende homenagear o poeta da Ereira, dignificar, divulgar e promover a obra de Afonso Duarte, disse o presidente da associação que é sobrinho-neto do poeta, Afonso Duarte Costa, citado na mesma nota.

Desta forma, foi dado o primeiro passo dessa “caminhada” de valorização, projeção e visibilidade do poeta e da sua obra, um percurso que, segundo Afonso Duarte Costa, se quer “diferenciador, próximo e apelativo”.

Para isso, a associação pretende “criar conteúdos que possam chegar às pessoas e estabelecer uma rede de sinergias com o tecido associativo e entidades do concelho, que faça a ligação à comunidade para uma efetiva transmissão e divulgação da obra de Afonso Duarte”.

Para o chefe do gabinete do presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Nuno Gonçalves, “ao reconhecer, perpetuar e redescobrir Afonso Duarte, uma das figuras maiores da Ereira e do concelho de Montemor-o-Velho, não só estamos a devolver a voz ao poeta, mostrando que, de facto, nesta ‘terra florida’ ele continua a viver, como, através da sua obra, podemos compreender melhor a nossa história e a sociedade”.

O presidente da Junta de Freguesia de Ereira e presidente da assembleia geral da associação, Vasco Martins, adiantou que “perpetuar o legado do poeta era um objetivo e um desafio que a junta de freguesia tinha já há alguns anos”.

A Câmara de Montemor-o-Velho, no Baixo Mondego, deu ainda nota de que a associação já tem para este ano um “conjunto de projetos em andamento”.

Uma das ações assinala os 65 anos sobre a morte de Afonso Duarte, na quinta-feira, com uma missa em memória do poeta, o descerrar de uma placa na sua terra Natal, e uma sessão cultural na Biblioteca Municipal Afonso Duarte, em Montemor-o-Velho.

Está também previsto o estágio de orquestra com bandas concelhias dedicado ao poeta que culmina com um concerto de homenagem com a apresentação de obras inéditas escritas para esse momento.

A Associação Poeta Afonso Duarte está ainda a trabalhar para a criação e lançamento de um libreto biográfico para divulgação no meio escolar.

Leia Também: Morreu poeta maior de Ponte de Lima. Amândio Sousa Dantas tinha 73 anos

Deixe um comentário