Fábrica do Livro une literatura e inclusão social em Santo Tirso

O programa do evento, que vai ter lugar na Fábrica de Santo Thyrso, conta com nomes como Xanana Gusmão, Sónia Sultuane, Tito Mba Ada, Richard Zimler, Carlos Canhoto, Eugénio Bezerra ou Nuno Nepomuceno e ainda a apresentação do Prémio Literário e Ilustração Infantojuvenil A Fábrica do Livro, com coorganização da Editorial Novembro, atribuído a João Pedro Bernardo e Inês Costa com a obra “O que esconde a barriga da cobra”.

Com organização a cargo do E.Leclerc Lordelo-Guimarães, A Fábrica do Livro tem um caráter solidário, pelo que parte do valor das vendas do Mercado do Livro vai reverter a favor da Associação para o Planeamento da Família (APF), sendo que os livros disponíveis contam com um desconto de 10%.

A Fabrica do Livro tem entrada gratuita e arranca sábado, às 14:30, com uma atuação musical da escritora Olinda Beja, estando as atividades divididas em três secções: Espaço Lusofonia, Palco e o Espaço de Contos, além das sessões de autógrafos.

No primeiro dia vão marcar presença no Espaço Lusofonia Emílio Lima, Carlos Canhoto e Ecineta com uma prova gastronómica moçambicana.

A Companhia de Teatro de Santo Tirso, com a peça “Baú dos Malvados”, abre o espaço Palco, seguindo-se a entrega do Prémio Literário e de Ilustração Infantojuvenil A Fábrica do Livro a João Pedro Bernardo e Inês Costa, e o lançamento do livro “Mutilação Genital Feminina”, do embaixador da Guiné Equatorial em Portugal, Tito Mba Ada, acompanhado do Maestro Gorsy Edu.

O sábado é ainda marcado pela apresentação dos livros “A aldeia das almas desaparecidas — Parte I” e “A Cegonha sem vergonha”, de Richard Zimler, que apadrinha o evento, das coleções “Série Afonso Catalão” e “Trilogia Freelancer” de Nuno Nepomuceno, do livro “Do rock a Compostela”, de Maria Alice Medina, e ainda da obra “Somos todos estranhos — até percebermos que isso é normal”, de António Raminhos, acompanhado pela psicóloga clínica Rita Tavares Fonseca e pela comunicadora Liliana Faria.

João Pedro Bernardo e Xanana Gusmão abrem as sessões de autógrafos do primeiro dia da iniciativa que continua com Tito Mba Ada, Olinda Beja, Manuel Forno, Daniel Goose (pseudónimo de Rui Marcelinho), Eugénio Bezerra, Raquel Garcez Pacheco, Nuno Nepomuceno, M. G. Ferrei, Eusébio André, Ricardo Ribeiro e Maria Alice Medina.

No domingo, a programação arranca no Espaço Lusofonia com a atuação do Maestro Gorsy Edu, seguindo-se Alberto Magassela, Davide Tembe, Helena Langa e o espetáculo de dança a cargo do Grupo de estudantes timorense GET-PORTO, terminando com uma Oficina de Parangolês e a demonstração de criação de bonecas com Sabina Figueiredo.

O espaço Palco recebe o lançamento dos livros “Abraça as emoções”, de Raquel Queirós Pinto, a hora do conto, com o embaixador da Fundação da Liga Portugal Helton, a coleção “O Bando das Cavernas”, de Nuno Caravela, com a companhia de Luísa Peixoto em interpretação de Língua Gestual Portuguesa.

Segue-se a apresentação dos livros “A Raridade das Coisas Banais”, de Pedro Chagas Freitas, “Desenmerda_te” e “Tele Trabalho”, de Fernando Moreira, e a Companhia de Teatro de Santo Tirso com a peça “aBraços”, entre outros momentos da programação.

O espaço de Contos contará, sábado, com Miliu Loureiro, domingo com Rui Ramos e em ambos os dias, com animações, pinturas faciais, magia ‘close-up’, modelagem de balões e caricaturistas.

Leia Também: Ministro frisa “democratização” do acesso às artes através de nova ‘app’

Deixe um comentário