Fadista Carlos Leitão faz este mês digressão por palcos austríacos

O fadista faz esta digressão por palcos alemães e austríacos desde há 10 anos e, em declarações à agência Lusa, afirmou que “o fado está a tornar-se uma disciplina habitual nas salas de concertos”.

“O público austríaco é, por defeito, muito atento ao fenómeno musical, até pela instrução que vem de muito cedo, e não só no sentido clássico da música, mas de uma forma mais eclética. É muito disperso e vai para o circuito da chamada ‘world music’, da qual o fado faz parte, naturalmente, e que os austríacos exploram com muita avidez. É um fenómeno cultural curioso”, disse o fadista à Lusa que já apresentou quatro álbuns seus na Áustria e é “sempre bem recebido”.

Depois da atuação no Zehntscheuer, em Ravensburg, Alemanha, a 18 de janeiro, no dia seguinte tem início a digressão pelos palcos austríacos, na sala Oval do Bühne im Europark, em Salzburgo.

Habitualmente, o criador de “A Praça” convida uma fadista para partilhar o palco. Este ano, a convidada é Sara Paixão e, além de se acompanhar à viola, Carlos Leitão conta ainda com os músicos Henrique Leitão, na guitarra portuguesa, e Carlos Menezes, na viola-baixo.

O músico disse à Lusa que “o público austríaco pode parecer algo frio, mas é caloroso e conforta o artista”, recusando “o fado ‘para turista ver’, apreciando o fado tal como ele é”.

Sobre a escolha de Sara Paixão, com quem canta no Clube de Fado, em Lisboa, Carlos Leitão realçou “o bonito timbre de voz, o cuidado na escolha de repertório, o ser uma artista altruísta, que gosta de partilhar com os músicos, e isso é muito importante numa digressão”.

“Não gosto de ver dois egos num palco, não é a minha postura, nunca foi, gosto desta ideia de partilha, vamos fazer alguns duetos, criar um alinhamento específico para esta digressão”, disse o fadista.

Carlos Leitão vai apresentar, nesta digressão, o seu novo trabalho, “Simples” (2022), constituído por temas de sua autoria, com exceção de “À Bia”, de Tiago Torres da Silva, com música de Paulo de Carvalho, uma homenagem à fadista Beatriz da Conceição (1935-2015).

O álbum também inclui no alinhamento “Às”, de Leitão na melodia do Fado Magala, de José Carlos Gomes e Acácio Gomes, cujo vídeo é hoje estreado nas redes sociais.

No próximo dia 20, os músicos portugueses sobem ao palco do Kik, em Ried, e, no dia seguinte, do K.U.L., em Öblarn, seguindo para St. Johann in Tirol, onde atuam no Alte Gerberei.

No día 24, Carlos Leitão, Sara Paixão e os músicos atuam no Metropol, em Viena, seguindo para Baden, onde no dia 25 sobem ao palco do Cinema Paradiso.

A digressão prossegue com mais três paragens previstas, no dia 26 no Cinema Paradiso, em St. Pölten, no dia 27, no Salhof, em Freistadt e encerra, no dia 28 no Akku, em Steyr.

Leia Também: Mark Wahlberg e mulher, Rhea Durham, ‘apanhados’ durante as férias

Deixe um comentário