Festival de Banda Desenhada chega à Lourinhã a 11 de março

O festival pretende “promover a banda desenhada enquanto ferramenta social, política e pedagógica e associá-la a este concelho, onde se localiza Escorpião Azul, uma das editoras nacionais de banda desenhada, que está a assinalar 10 anos de existência”, explicou à agência Lusa a organização, a cargo do Município e da editora.

Mais de duas centenas de pranchas originais – também conhecidas por folhas originais – de banda desenhada vão compor a exposição “10 anos de Histórias aos Quadradinhos”, patente de 07 de março a 01 de abril na Galeria Municipal da Lourinhã, no distrito de Lisboa.

A mostra conta com trabalhos de 20 autores de banda desenhada, entre os quais João Amaral, Luís Louro, Paulo J. Mendes, Pepedelrey e Rita Alfaiate.

Poderão ser observados “os mais variados estilos e géneros de banda desenhada, em que cada autor é único e diferente quer na forma de contar a sua história, quer no seu traço e técnica”.

Os originais dão a conhecer o próprio processo de criação, desde o estudo, às várias camadas de execução até à obra de arte finalizada, as diversas técnicas e materiais utilizados, assim como o argumento da história, personagens e cenários.

A exposição faz parte do 1.º Festival de Banda Desenhada da Lourinhã, cujo programa se concentra nos dias 11 a 19.

No primeiro dia, realiza-se o lançamento do livro “Shedy”, de Pepedelrey, e a conversa sobre “Os mundos fantásticos”, com o autor Luís Louro.

As conversa sobre “O Humor e a crítica social nas obras de banda desenhada”, por Derradé, João Gordinho, Luís Louro e Lança Guerreiro, e sobre o Festival de Beja e o museu dedicado à banda desenhada em Portugal marcam o segundo dia.

Nos dias 13 a 16, Pepedelrey (dia 13), Rita Alfaiate (14), Miguel Santos (15) e João Amaral (16) conversam com o público, dão autógrafos e participam no mercado do livro.

O autor Paulo J. Mendes vai, no dia 17, vai abordar o tema “A Vida Entre o Urban Sketching e Histórias aos Quadradinhos” e dar autógrafos.

No dia 18, é apresentado o livro “Rattlesnake”, de João Amaral, enquanto Hugo Pinto e Rui Alves de Sousa, autor de um programa temático na Antena 1 (“Pranchas e Balões”), vão falar sobre “divulgação da banda desenhada nos meios de comunicação”, e Rita Alfaiate sobre “À noite com os monstros”.

O programa encerra no dia 19, com a apresentação do livro “Elviro”, de Paulo J. Mendes.

O festival conta ainda com feira do livro, ‘workshops’ de desenho e banda desenhada, exibição de curtas-metragens de animação e concertos ilustrados.

Leia Também: Horace Andy e Omar Souleyman entre as confirmações do festival MED

Deixe um comentário