Festival de teatro de Viana do Castelo com 19 espetáculos em 11 dias

 

Organizado pelo Teatro do Noroeste — Centro Dramático de Viana, companhia profissional residente no teatro municipal Sá de Miranda, na capital do Alto Minho, o festival vai abrir, no dia 10 de novembro, com o Centro Dramático Galego, que apresentará o espetáculo “O Charco de Ulisses”, de Marián Bañobre e Santiago Cortegoso.

O espetáculo acontece às 21:00, na sala principal do teatro municipal Sá de Miranda.

Este ano, o festival conta com várias coproduções do Teatro do Noroeste — Centro Dramático de Viana.

No dia 11 de novembro, às 19:00, na sala experimental do teatro, a companhia profissional de Viana do Castelo apresenta o “Diário de Uma República I”, do coletivo Amarelo Silvestre.

No dia 12, “Nunca Mais Um Outro Agora”, uma coprodução com Bruna Carvalho, sobe ao placo da sala principal do Sá de Miranda, às 21:00, e no dia 18 de novembro, também às 21:00 e na sala principal, é apresentado o “Monólogo de Uma Mulher Chamada Maria com a Sua Patroa”, uma criação, texto e interpretação de Sara Barros Leitão.

A quinta edição do festival de teatro inclui ainda a participação do Teatro Estúdio Fontenova, de A Companhia de Teatro do Algarve (ACTA), do Teatro Nacional D. Maria II, do Teatro das Beiras, de Loup Solitaire, dos criadores Mafalda Banquart e Tiago Jácome, e do Grupo de Teatro do Centro Cultural Português do Mindelo, de Cabo Verde, para além do brasileiro Vinicius Piedade com o monólogo “Cárcere”, todos com representações na sala principal do Teatro Sá de Miranda.

A sala experimental será palco de espetáculos das companhias Cegada Grupo de Teatro, dos grupos Jean Philippe Kikolas e Karlik Danza Teatro de Espanha, do Momento — Artistas Independentes, da Companhia de Teatro de Almada, da Companhia Certa do Varazim Teatro e da companhia anfitriã, o Teatro do Noroeste, com a apresentação de “Noites de Caxias”, de Ricardo Simões.

Para além das representações, a programação do festival inclui também seminários de Guillermo Heras e Alexandra Moreira da Silva e apresentações dos livros da coleção “Peças do Noroeste”, “Palhaço Verde” e “Noites de Caxias”.

Leia Também: Obras expõem vestígios do Real Colyseu de Lisboa na zona do Intendente

Deixe um comentário