Fotos captadas por astronautas revelam aumento da poluição luminosa

 

Astronautas europeus registaram desde 2003 mais de um milhão de fotos da Terra à noite com máquinas digitais para mostrar o real alcance da poluição causada pela excessiva iluminação pública.

Uma equipa de cientistas analisou as imagens ao longo do tempo e verificou um “claro aumento” da poluição luminosa nas cidades e uma mudança para emissões de luz mais brancas e azuis devido à introdução das lâmpadas com tecnologia LED, considerada mais eficiente, reporta hoje a Agência Espacial Europeia em comunicado.

“No final desta década, toda a Europa poderá emitir na tonalidade branca”, assinalou, citado no comunicado, o astrofísico Alejandro Sánchez de Miguel, da Universidade Complutense de Madrid, em Espanha, que tem estudado os efeitos nocivos da poluição luminosa.

Não obstante a necessidade de poupança de energia estar a levar os países a desligarem as luzes de edifícios mais cedo, os cientistas avisam que a poluição causada pela iluminação excessiva das ruas está a alterar o ciclo noturno de pessoas, animais e plantas e a impedir a observação do céu.

Leia Também: Poluição atmosférica em África é “assassino silencioso”

Deixe um comentário