‘Herbert & Humphrey’ e ‘A mulher do médico’ vencem HaHaArt Film Festival 

O júri do festival de curtas-metragens, o único em Portugal exclusivamente dedicado a filmes de comédia, premiou, por consenso, o filme do britânico Siddharth Joshi pela “originalidade da ideia” e pela “eficácia da sua execução e pelas suas personagens, situações e diálogos cativantes”, avançou a organização, a cargo do Cineclube de Pombal. 

Também por consenso foi atribuído o prémio ao melhor filme nacional, de Bruno Simões, que venceu ainda o galardão destinado a melhor realizador.

‘A mulher do médico’, do realizador português, destacou-se “pelo humor negro com que aborda a relação deste casal”, numa “proposta visual arrojadamente adequada à sua premissa inesperada”, argumentou o júri. 

O prémio para melhor realizador internacional foi para o italiano Emanuele Victorito, pela “escolha do elenco, a montagem, a planificação de câmara e todas as escolhas estéticas” em ‘Tre volte alla settimana’. 

Através da votação de quem esteve presente no Teatro-Cine de Pombal durante o festival, entre 27 e 29 de outubro, foi atribuído o prémio do público a ‘Fortissimo’, de Victor Cesca. 

De acordo com comunicado do Cineclube de Pombal, o impacto do HaHaArt Film Festival “está a crescer” na “população, nos visitantes e no reconhecimento do cinema de comédia”, prometendo-se a realização da terceira edição em 2024.

Leia Também: Filmes portugueses levam “outro tipo de cinema” a festival na Venezuela

Deixe um comentário