Leiria destaca festivais de música, cinema e teatro até ao final do ano

Segundo nota da Câmara de Leiria, a propósito do lançamento da quarta edição física de “Leiria Cultura”, a agenda até ao final de 2023 contém um conjunto de propostas que “atravessa gerações e preferências nas áreas da música, cinema, teatro, espetáculo e exposições”.

No segundo semestre do ano há vários festivais de música, desde logo a 12.ª edição do festival gótico Extramuralhas, que se realiza em vários espaços da cidade entre os dias 24 e 26 de agosto.

Antes, entre 31 de julho e 05 de agosto, decorre o LizBrass – Festival de Metais de Leiria e, mais para o fim do ano, está agendada a segunda edição do Festival Leiria Criativa da Música. Entre 07 e 09 de dezembro revelam-se novas composições na área da música alternativa, jazz e música contemporânea.

No jazz, no âmbito da 8.ª edição das OJL Sessions, Jeffery Davis Quarteto toca no Teatro Miguel Franco a 14 de julho. No dia seguinte, 15 de julho, no mesmo palco, os Mamute apresentam o disco “Unmute”.

Leiria acolhe também concertos especiais no Teatro José Lúcio da Silva (TJLS), como o encontro de um ensemble da Associação das Filarmónicas do Concelho de Leiria com Tiago Bettencourt, no dia 01 de outubro, ou da Orquestra Jazz de Leiria com Tatanka, no dia 04 de novembro.

Há ainda dois espetáculos do ciclo “Diálogos” no Centro de Diálogo Intercultural (CDIL) – Igreja da Misericórdia: Abu Tamman Ensemble leva a Leiria “Melodias de Al-Sharq Wa Al-Gharb” a 30 de julho e a israelita Nani Noam Vazana apresenta “Doze canções de Natal” a 17 de dezembro.

O Misty Fest estende-se também ao TJLS, com dois concertos na noite de 18 de novembro: Wim Mertens e Francisco Sassetti. 

A música de Cristina Branco (21 de outubro) e Carolina Deslandes (21 de dezembro) ouvir-se-á igualmente no TJLS, enquanto Ebrima Mbye Solo leva a kora até ao Castelo de Leiria a 13 de agosto e o 3.º Ciclo de Música Exploratória Portuguesa completa-se com mais seis concertos, finalizando com Rafael Toral a 11 de novembro no CDIL.

Quanto à música falada, em julho a Leiria Cidade Criativa da Música junta no dia 13 Adolfo Luxúria Canibal e David Fonseca numa tertúlia sobre rock, assinalando o Dia Mundial do Rock.

No campo do teatro e das artes performativas, a “Leiria Cultura” destaca o 28.º Acaso — Festival Internacional de Teatro, com vários espetáculos entre 29 de setembro e 29 de outubro, e “Ficheiros secretos”, de Luís Osório, no TJLS, a 15 de setembro. 

No que toca a recriações históricas, a agenda de Leiria assinala no dia 08 de julho “A Revolta do Milho”, na freguesia do Souto da Carpalhosa, lembrando a revolta popular a propósito do racionamento de cereais ocorrida em 1942, e Leiria Medieval, no centro da cidade, entre 20 e 23 de julho.

Também cheio de história e de novas histórias vai estar o Castelo de Leiria com a segunda edição do festival Ágora, que junta concertos, artes performativas, instalações e oficinas nos fins de semana de 05 e 06 de agosto, 09 e 10 de setembro e 07 e 08 de outubro.

Sobre o Castelo são reveladas a 02 de outubro, na iniciativa “Workshop 23”, as mais recentes descobertas resultantes das investigações arqueológicas efetuadas.

Outra das novidades de Leiria até ao final do ano é o lançamento da Bienal de Cinema de Leiria, que exibirá entre 27 de outubro e 05 de novembro cinema de longa duração no mimo – Museu da Imagem em Movimento.

Nas artes plásticas, o Banco das Artes Galeria recebe a partir de 14 de outubro a exposição do “Meeting point”, do coletivo feminino Arco.

A tradição e etnografia também surgem na programação, com a Feirarte – Feira de Artesanato e Atividades Económicas na Bajouca a 28 de julho, a Exposição Nacional de Olaria entre 01 e 03 de setembro e a X Mostra do Trajo Etnográfico da Alta Estremadura a 14 de outubro.

Entre os vários programas para famílias, a fechar o ano há “25 anjos para cantar o Natal” no dia 03 de dezembro, espetáculo no TJLS que assinala os 25 anos dos Concertos para Bebés, com o coro Schola no Coração como convidado. Nesse mesmo dia, a S.A. Marionetas leva “A farsa do Sapateiro” até ao Museu de Leiria.

A agenda cultural do concelho de Leiria está disponível ‘online’ no sítio da internet https://leiriagenda.cm-leiria.pt e em versão física nos espaços culturais, patrimoniais e ambientais do município, bibliotecas escolares e mercado municipal.

Leia Também: Portugal em destaque no festival de cinema de animação de Annecy em 2024

Deixe um comentário