Livro retrata fenómeno de 50 anos e 100 bandas rock em Lousada

“Este livro é também o resultado de um trabalho sociológico que pretende dar a conhecer as causas e as consequências sociais da expansão do fenómeno rock neste concelho [do distrito do Porto”, afirmou à agência Lusa.

O prefácio do livro foi escrito por Sérgio Castro, da banda ‘Trabalhadores do Comércio’, e o posfácio foi redigido por Rodrigo Freitas, antigo baterista e fundador dos Táxi.

Ao longo de 170 páginas, resultado da pesquisa do autor, que reside em Lousada, são publicados testemunhos de membros de antigos grupos de rock no concelho, alguns ainda ativos.

O relato reporta inicialmente aos anos 70 do século passado, recordando os episódios mais marcantes, além de fotografias e outro material gráfico de atuações em diferentes locais que foram moda para várias gerações.

Segundo o autor de ‘Louzarock – 50 anos de Rock’, este livro é o primeiro de outros idênticos em que está a trabalhar, há algum tempo, que vão versar o mesmo fenómeno, mas noutros concelhos do Vale do Sousa, começando, adiantou, por Paredes, outro município com “uma história rica” neste domínio.

Leia Também: The Beths, os neozelandeses que deram nova vida à angústia do indie rock

Deixe um comentário