Orquestra Sem Fronteiras realiza 5.º Encontro para Música na Infância

“Esta edição tem como foco principal o conceito de música e movimento. Abordam-se diferentes formas de como pode o movimento contribuir para o desenvolvimento de variadas competências musicais e ainda formas de o integrar, tanto na forma de movimento livre, como dirigido, em contexto letivo e em diferentes etapas de desenvolvimento infantil”, referiu, em comunicado, a OSF.

O 5.º Encontro Ibérico para a Música na Infância decorre nas Termas de Monfortinho e conta com a parceria da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco.

À semelhança das anteriores edições, esta ação de formação incide nas metodologias pedagógicas aplicadas à educação de música, tendo como principal objetivo “incentivar a incorporação destas práticas em contextos escolares, e assumindo como ponto de partida a filosofia e o conceito de educação musical de Zoltán Kodály”.

O encontro tem caráter formativo e é ministrado por Catarina Távora e Carlos Guerrero Bullejos, ambos detentores do ‘Master of Music Education – Specialization – Music Education According to the Kodály Concept’, atribuído pelo Real Conservatório de Haia, e será oferecido em língua portuguesa, castelhano e inglês.

O evento é aberto a todos aqueles que lidam com crianças e jovens e/ou tenham especial interesse em pedagogia musical, nomeadamente educadores de infância, professores do 1° ciclo do ensino básico, auxiliares de educação, instrumentistas, professores de música, pais e encarregados de educação.

A participação é gratuita, mas com limite de vagas, mediante inscrição através do email info@osf.pt.

A OSF é um projeto inovador na Península Ibérica, nomeadamente no contexto raiano, e tem como objetivo proporcionar oportunidades a jovens músicos que pretendam fixar-se no interior para desenvolver a sua atividade profissional, sem que tenham de deslocar-se para os grandes centros urbanos ou para o estrangeiro.

O projeto conta com o apoio de mecenas e parceiros privados, de autarquias e dos ministérios da Educação e da Cultura, assim como do Ministério da Economia, através da Secretaria de Estado da Valorização do Interior.

A sua estreia ocorreu no dia 22 de março de 2019, com um concerto no Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova, vila do distrito de Castelo Branco onde tem a sua sede.

Em maio, foi galardoada com o Prémio Europeu Carlos Magno, pelo seu contributo para a “cooperação entre Portugal e Espanha” através da música.

Leia Também: ‘Paraísos Musicais’ na Casa da Música com estreia de obra de Pinho Vargas

Deixe um comentário