Pedro Nuno Matos Barbosa escolhido para subdiretor-geral das Artes

 

Segundo o despacho, o cargo de subdiretor-geral encontrava-se vago, uma vez que tinha terminado a comissão de serviço, em regime de substituição, de Maria João Martins Soares, nomeada em fevereiro de 2020.

Para o cargo é agora indicado, também em regime de substituição, Pedro Nuno Matos Barbosa, 52 anos, licenciado em Direito e técnico superior na DGArtes desde 2009.

Desde 2015, Pedro Nuno Matos Barbosa assumia “funções de apoio diversificado e transversal nas áreas instrumentais e no âmbito da implementação dos programas de apoio às artes”.

Entre outras funções, o agora subdiretor-geral “integra grupos de trabalho no âmbito da revisão do modelo de apoio às artes, da regulamentação da rede de teatros e cineteatros portugueses e do estatuto dos profissionais da cultura”, lê-se na nota curricular do despacho.

A primeira experiência profissional de Pedro Nuno Matos Barbosa registada neste despacho remonta a 1999, enquanto técnico superior na Inspeção-Geral das Atividades Culturais.

A DGArtes é dirigida desde fevereiro de 2019 pelo poeta, ator, encenador, ‘performer’ na área da poesia sonora e programador cultural Américo Rodrigues.

Leia Também: Historiadores internacionais denunciam abandono de convento em Viana

Deixe um comentário