Porto promove Mater 17 com concertos, visitas e documentários

 

“Mater, do latim ‘mãe’, é o berço e a raiz de 17 municípios com uma diversidade de artes, tradições e costume, que comungam da linguagem indelével de uma cultura, que se torna no fio condutor do tempo e que os une”, assinala a AMP em comunicado.

Com apresentações do Cor(p)o Metropolitano, visitas guiadas, jogos tradicionais, exibição de documentários e mais uma edição do Sons no Património, o MATER 17 decorrerá em 17 dias espalhados pelos próximos quatro meses – um dia em cada município – com uma programação marcada, entre outros, por mais uma edição dos Sons no Património

A iniciativa está de regresso para a sua quarta edição – nos dias 03, 04, 05, 10 e 11 de setembro – com um ciclo de “concertos intimistas em lugares icónicos do património cultural dos 17 concelhos da AMP”.

Todas as atividades do MATER 17, iniciativa promovida pela AMP e apoiada pelo NORTE 2020, são de entrada livre e gratuita, e decorrerão cumprindo as indicações da Direção-Geral da saúde para garantir a segurança de todos.

MATER 17 apresenta ainda ‘Cor(p)o Metropolitano’, o resultado do trabalho colaborativo entre uma equipa de artistas e membros da comunidade de cada município, com obras inéditas inspiradas pelo património cultural e imaginário coletivo de cada local.

“Um coro que se transforma num corpo, numa identidade; 17 formações distintas, cada uma representativa de um município da AMP; que se unem com o propósito de celebrar a cultura que os identifica”, explica o comunicado.

Por outro lado, a iniciativa aposta nas visitas orientadas por guias profissionais ou membros da comunidade e no Circuito de Jogos Tradicionais, que inclui, entre outros, o jogo da corda, do ovo e da colher, do derrube de mecos, jogos de cartas, do dominó, do xadrez ou damas ou do Tetris.

Esta atividade, indica a AMP, compreende a dinamização de um circuito de 10 jogos tradicionais adaptados (personalizados) a cada uma das comunidades dos 17 municípios da AMP, “por forma a promover, de forma segura, o regresso ao convívio entre os membros das comunidades, entre diferentes gerações, no património e espaços públicos deste território”.

Para além do circuito de 10 jogos tradicionais, sempre que possível demonstrações e/ou representações de outros jogos tradicionais locais serão associadas à programação, sendo estas asseguradas diretamente pelos municípios e/ou instituições locais.

Por último, a programação inclui a exibição pública das obras documentais do projeto Património Imaterial da Área Metropolitana do Porto (PIAMP) “que imortalizam em som e imagem vislumbres da alma de todo um território”.

Todas as atividades do MATER 17, iniciativa apoiada pelo Norte 2020, são de entrada livre e gratuita e decorrerão cumprindo as indicações da Direção-Geral da saúde para garantir a segurança de todos os seus intervenientes.

A programação arranca a 03 de setembro.

Leia Também: Música, passeio e desportos aquáticos no Festival da Juventude de Marvão

Deixe um comentário