Quatro "curtas" portuguesas no Festival Ibérico de Cinema em Espanha

O festival, que vai decorrer entre os días 20 e 24 deste mês, vai ter como palco as localidades espanholas de Badajoz, Olivença e San Vicente de Alcántara.

‘Genesis 22’, de Edgar Feldman, ‘Her name is Carla’, de Catia Biscaia, ‘O nosso reino’, de Luís Costa, e a curta-metragem de animação ‘The Monkey’, uma coprodução luso-espanhola, dirigida por Xosé Zapata e Lorenzo Degl’Innocenti, são os trabalhos que representam Portugal no festival.

De acordo com a organização, as 30 curtas-metragens que vão estar a concurso estão dividas por seções, estando 19 obras na seção oficial, seis na seção de Curtas da Extremadura e cinco no Festival dos Miúdos, área dedicada ao público infantil e juvenil.

A organização revela ainda que o filme ‘Listen’, de Ana Rocha de Sousa, vai inaugurar o festival na terça-feira (dia 20 de julho), pelas 22:30, sendo esta a primeira longa-metragem de fição da atriz e diretora portuguesa.

A obra, que relata um drama social relacionado com a imigração, centrada numa família portuguesa, no Reino Unido, e na retirada de uma criança aos pais, pela segurança social britânica – uma história baseada em factos recentes -, será exibida no Teatro López de Ayalam, em Badajoz.

Na anterior edição do FIC, as curtas-metragens portuguesas ‘Sagrada Família’, de Margarida Lucas, e ‘Tio Tomás, a contabilidade dos dias’, de Regina Pessoa, receberam o Prémio do Público de Badajoz e o prémio à Melhor Música Original, respetivamente.

Leia Também: Cecilia Mangini vai ter retrospetiva na Cinemateca e no DocLisboa

Deixe um comentário