Representante de Portugal na Eurovisão é escolhido hoje. Recorde os temas

A cerimónia de hoje, que será apresentada, tal como em anos anteriores, por Filomena Cautela e Vasco Palmeirim, será transmitida em direto na RTP1, a partir dos estúdios da estação pública em Lisboa.

As 13 canções em competição são ‘Encruzilhada’ (composta e interpretada por Churky), ‘Nasci Maria’ (Cláudia Pascoal), ‘Viver’ (SAL), ‘Ai Coração’ (Mimicat), ‘Contraste Mudo’ (You Can’t Win Charlie Brown), ‘Endless World’ (Neon Soho), ‘Sapatos de Cimento’ (composta por Quim Albergaria e interpretada por Esse Povo), ‘Povo’ (Ivandro), ‘A festa’ (Edmundo Inácio), ‘Goodnight’ (Bárbara Tinoco), ‘Tormento’ (Voodoo Marmalade), ‘Fim do mundo’ (INÊS APENAS) e ‘World needs therapy’ (Dapunksportif).

Os temas que competem na final foram escolhidos em duas semifinais, que se realizaram nos dias 25 de fevereiro e 04 de março, também nos estúdios da RTP em Lisboa.

O vencedor é escolhido através do sistema de votação habitual – metade da pontuação é atribuída por um júri e a outra metade pelo voto do público. Na final, as votações do júri são feitas por representantes de sete regiões de Portugal Continental e ilhas.

Em caso de empate, prevalece a escolha do público, que pode votar através de chamadas de valor acrescentado.

As votações estão abertas desde terça-feira e os números de telefone correspondentes a cada canção estão disponíveis nas contas do Festival da Canção nas redes sociais.

Hoje, além dos artistas em competição, atuam também Salvador Sobral, David Fonseca e MARO.

Recorde as atuações que hoje voltam a subir a palco: 

‘Encruzilhada’

Leia Também: Churky. “Espero que a minha música possa mudar alguma coisa no mundo”

‘Nasci Maria’

Leia Também: Cláudia Pascoal. Com ‘Nasci Maria’ “quis dar um abanão ao patriarcado”

‘Viver’

Leia Também: SAL: “‘Viver’ é a celebração do que nos espera, a luz ao fundo do túnel”

‘Ai Coração’

Leia Também: Mimicat. O “sonho de criança” e a “ansiedade” de “lidar com a incerteza”

‘Contraste Mudo’

Leia Também: You Can’t Win, Charlie Brown. ‘Contraste Mudo’ tem “mensagem esperançosa”

‘Endless World’

Leia Também: Neon Soho. Tema ‘Endless World’ é “como uma viagem de altos e baixos”

‘Sapatos de Cimento’

Leia Também: Quim Albergaria. Canção é sobre “tirar a importância do olhar do outro”

‘Povo’

Leia Também: Ivandro: “O ‘Povo’ conta a minha história e de muitas outras pessoas”

‘A festa’

Leia Também: Edmundo Inácio: “Qualquer resultado será bom, mas vim para vencer”

‘Goodnight’

‘Tormento’

Leia Também: Voodoo Marmelade. Canção ‘Tormento’ é um “mantra de energia positiva”

‘Fim do Mundo’

Leia Também: INÊS APENAS. “Um cenário apocalíptico” com “um pedido urgente de fuga”

‘World needs therapy’

Leia Também: Dapunksportif. “O mundo não anda saudável” e “há que inverter o rumo”

O 67.º Festival Eurovisão da Canção vai decorrer em Liverpool, no Reino Unido, em maio. As duas semifinais estão marcadas para os dias 09 e 11 de maio, e a grande final para o dia 13. Portugal vai atuar na primeira semifinal.

No ano passado, a canção ‘Saudade, Saudade’, composta e interpretada por MARO, acompanhada ao vivo por mais quatro cantoras portuguesas, foi a vencedora do Festival da Canção.

O tema ficou em 9.º lugar no 66.º Festival Eurovisão da Canção, que aconteceu em Turim, Itália.

Portugal participou no Festival Eurovisão da Canção pela primeira vez em 1964, tendo, entretanto, falhado cinco edições (em 1970, 2000, 2002, 2013 e 2016).

Entre 2004 e 2007, inclusive, e em 2011, 2012, 2014, 2015 e 2019, Portugal falhou a passagem à final.

Portugal venceu pela primeira e única vez o Festival Eurovisão da Canção em 2017, com o tema ‘Amar pelos dois’, interpretado por Salvador Sobral e composto por Luísa Sobral. Na sequência da vitória, Lisboa acolheu, no ano seguinte, o concurso.

Leia Também: Bilhetes para a final da Eurovisão em Liverpool esgotaram em 36 minutos

Deixe um comentário