Rodrigo Leão, Matt Elliott, Márcia e Chrystabell no Teatro da Guarda

Segundo a Câmara Municipal da Guarda, nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril, o TMG “aposta numa programação eclética e diversificada, para diferentes públicos, gostos e apetências culturais”.

A agenda inclui bailado clássico, dança contemporânea, teatro cómico, teatro infantil, novo circo e música, entre outras iniciativas, num total de cerca de 80 sessões.

A programação do mês de janeiro tem início com a nova produção do Teatro do Calafrio (Guarda), “Emma”, nos dias 14 e 15.

“Segue-se o espetáculo ‘Conchichina’, com base num texto do escritor Afonso Cruz, com encenação da conhecida atriz Sandra Barata Belo e música original de Samuel Úria, numa coprodução com o TMG, para ver no grande auditório, no dia 22 de janeiro”, acrescentou a autarquia na nota hoje enviada à agência Lusa.

Ainda no teatro, no dia 27, a Estação Teatral apresenta a peça “A Avenida: Liberdade!”, sobre o impacto da Revolução de Abril, a partir de artigos de época do Jornal do Fundão.

Nos dias 28 e 29 de janeiro, é reposto (após adiamento devido à pandemia) o bailado clássico “Quebra Nozes” de Tchaikovsky.

O mês de fevereiro arranca com um espetáculo em coprodução com o TMG no âmbito da Rede 5 Sentidos, “Cabraqimera”, da bailarina e coreógrafa Catarina Miranda (dia 04).

Segue-se, no dia 05, Piazzolla 100, um concerto que celebra o centenário do músico argentino Astor Piazzolla.

Para o dia 10 está agendado um concerto com Matt Elliott (Inglaterra) e para dia 12 outro com a cantora Chrystabell (EUA), que apresenta o seu mais recente disco, “Midnight Star”.

No dia 18, terá estreia nacional no TMG a nova criação da associação cultural Coruja do Mato, intitulada “Obscuridade Sublime”.

A 19 de fevereiro, sobe ao palco do pequeno auditório o grupo 5.ª Punkada, constituído por músicos com paralisia cerebral.

Mais tarde, a 24, o fadista e bailarino Jonas apresenta no café concerto o disco de estreia, “São Jorge”. No dia 28, será apresentada a comédia teatral “Monólogos do Pénis”, com os atores Ricardo Carriço e Ricardo Castro.

No dia 05 de março é a vez da cantora rock independente Joan As Police Woman atuar no pequeno auditório seguida, no dia 11, pela portuguesa Márcia, que subirá ao palco do grande auditório do TMG.

A dança contemporânea regressa ao Teatro da Guarda a 17 de março com Victor Hugo Pontes e o espetáculo “Os Três Irmãos” e, a 25, será apresentada a peça de teatro “Perfeitos Desconhecidos”.

Em abril, no dia 07, a cantora americana Emily Jane White estreia-se no TMG e, no dia 09, é a vez do espetáculo luso-espanhol “Quem se Chama José Saramago”, do Teatro das Beiras e do Karlik Danza Teatro.

Outro destaque é a ópera “O Homem dos Sonhos”, do compositor António Chagas Rosa e da cantora lírica Catarina Molder, com base numa história do escritor Mário de Sá-Carneiro, que se apresenta no dia 21.

No dia 25 de abril, no âmbito das comemorações do 25 de Abril e do aniversário do TMG, Rodrigo Leão atua no grande auditório “acompanhado de um ensemble e duas cantoras, revisitando o seu reportório de uma já longa e prestigiada carreira musical”.

Leia Também: Pianista Maria João Pires adia concerto em Espanha por razões de saúde

Deixe um comentário