Carolina Deslandes, José Cid, Fernando Daniel, Invandro e Táxi em Gouveia

Em declarações à agência Lusa, o autarca disse que espera que as festividades, que são a “maior romaria das beiras”, voltem a ser “um ponto de encontro”, que junta os gouveenses residentes aos que estão espalhados pelo país e no estrangeiro.

As Festas do Senhor do Calvário, em Gouveia, no distrito da Guarda, que também são um evento de promoção turística, sublinhou Luís Tadeu, contam, no cartaz musical, com os Táxi, no dia 10, Carolina Deslandes, dia 11, José Cid, a 12, Fernando Daniel, dia 13, e Ivandro, no Dia do Município, em 14 de agosto.

“Procuramos que seja um cartaz o mais diversificado possível, para abranger os diferentes públicos que temos de satisfazer. Existe este empenho na qualidade dos artistas, porque temos a noção clara de que estes espetáculos não se destinam apenas ao público interno, mas também a todos aqueles que nesta altura nos visitam. De ano para ano existe um aumento significativo de pessoas a assistir”, referiu Luís Tadeu.

Segundo o presidente da Câmara de Gouveia, o orçamento, que contempla um leque abrangente de eventos, registou um aumento e situa-se “entre os 300 e os 400 mil euros”, incluindo a totalidade do investimento.

“Nestas festas anuais mantemos o cuidado na divulgação e preservação do artesanato e destes negócios mais típicos do concelho, ao mesmo tempo juntando-lhe a parte religiosa, que é muito significativa, e um cartaz com artistas de renome”, sublinhou o presidente da autarquia, Luís Tadeu.

No dia 12, realiza-se o XLVI Festival Internacional de Folclore de Gouveia, com o desfile etnográfico pelas ruas da cidade.

O programa contempla ainda a Feira Industrial, Comercial e de Artesanato de Gouveia (FICA), dedicada às atividades económicas e produtos locais, a Mostra Associativa, a Festa do Livro, o Espaço Miniatura Automóvel, o Super Especial Rally, a exposição “Muitos anos, muitas emoções”, alusiva ao 60.º aniversário do Clube Desportivo de Gouveia, ou os concertos de bandas filarmónicas.

Em 11 de agosto, pelas 17:00, decorre a sessão pública de entrega do Prémio Abel Manta de Pintura 2023 ao artista vencedor, seguida da inauguração da exposição das obras selecionadas pelo júri e da entrega do Prémio Um Mural para João Abel Manta.

A Câmara destacou, em comunicado, “as várias atividades lúdicas, culturais e os espetáculos de variedade integrados numa vasta e diversificada programação, que contempla artistas do concelho e da região, atraindo gouveenses e visitantes a usufruir de tudo o que Gouveia tem para oferecer”.

“As Festas estendem-se à cidade, a partir da Capela do Senhor do Calvário, o epicentro da fé e devoção dos gouveenses, numa simbiose perfeita entre religião, comércio, animação, não faltando, claro, também a boa gastronomia”, realçou a autarquia, na mesma nota.

À agência Lusa, o presidente, Luís Tadeu, disse esperar uma média de 15 mil visitantes por dia, num total de “umas boas largas dezenas de milhares de pessoas”.

Leia Também: JMJ. Em Lisboa, artistas enchem Parque Eduardo VII de música

Deixe um comentário