Cartaz do festival Santa Casa Alfama com Sara Correia e Teresa Salgueiro

Em 29 e 30 de setembro, vários palcos espalhados pelo bairro de Alfama vão acolher mais de 40 concertos.

A promotora Música do Coração anunciou hoje, em conferência de imprensa em Lisboa, uma série de novas confirmações que completam o cartaz, nomeadamente Sara Correia, Miguel Moura e Teresa Salgueiro, para o palco principal do festival, no Terminal de Cruzeiros de Lisboa.

Os três cantores atuam no segundo dia, 30 de setembro, enquanto no dia 29 de setembro o palco Santa Casa acolhe atuações de Camané, Beatriz Felício & Geadas e uma homenagem a Hermínia Silva (1907-1993) – que deu voz a temas como “Fado da Sina”, “A Tendinha” ou “A Rua Mais Lisboeta” – por Anabela, FF, Filipa Cardoso e Lenita Gentil.

Entre os vários espaços que serão palco do Santa Casa Alfama contam-se a igreja de São Miguel, onde atuarão Peu Madureira, Júlio Resende, Luís Caeiro e Artur Batalha, a igreja de Santo Estêvão, que recebe Pedro Galveias, Maria Amélia Proença e uma noite de fados protagonizada por um trio de fadistas do Porto, em mais uma homenagem a Hermínia Silva, ou o Centro Cultural Dr. Magalhães Lima, pode onde passam Lenita Gentil, Teresinha Landeiro, Edu Miranda e Pedro Moutinho.

No telhado do Terminal de Cruzeiros de Lisboa, será recriado no dia 29 de setembro “o ambiente de uma casa de fados, neste caso a mítica Mesa de Frades”, com as vozes de Tânia Oleiro, Rodrigo Rebelo de Andrade e Ana Sofia Varela.

No dia 30, naquele palco “é a vez de o público ser convidado a estar ‘Em Casa d`Amália'”, projeto criado em 2019 por José Gonçalez, “que devolvia à casa de Amália Rodrigues na Rua de São Bento o ambiente tertuliano tão célebre durante a vida da maior artista portuguesa de todos os tempos”.

No festival, “o anfitrião José Gonçalez recebe um grupo de músicos e fadistas que dispensam apresentações: Raquel Tavares, Ângelo Freire, Flávio Jr., Jorge Fernando e Vânia Duarte”.

Entre os artistas que atuarão nos palcos do festival estão Mário Lundum, Soraia Cardoso, Francisco Moreira, Carmo Moniz Pereira, José Leal, Mel, João Caldeira, Sandra Correia, Sónia Santos e Jaime Dias, Ricardo Mesquita e Ana Marta, Inês Pereira e Luís Capão, Beatriz Felizardo e Vítor Miranda, Francisco Salvação Barreto, Cristina Clara, Matilde Cid, Ricardo Luís, José da Câmara, Gustavo Pinto Basto e Teresa Brum, os fadistas que darão o pontapé de saída para a história do Palco Memmo Hotel Alfama.

Entre as novidades deste ano, está uma parceria com Associação de Comerciantes do Bairro de Alfama, que fará com que o festival passe “a integrar oito casas de Fado de Alfama, nos dois dias, e a contar com programação musical, durante as tardes, no palco Santa Maria Maior”.

Este ano regressa o “Fado à Janela”, no Largo de São Miguel, “para encher de Fado as ruas e ruelas de Alfama”.

Os bilhetes para o Santa Casa Alfama, cujo preço vai aumentando à medida que se aproximam as datas do festival, custam 32 euros (passe de dois dias) e 23 euros (bilhete diário). Estes valores estão em vigor até 31 de agosto.

Entre 01 e 28 de setembro, os preços aumentam para os 40 euros (passe de dois dias) e os 30 euros (bilhete diário), valores a que acrescem cinco euros nos dias do festival.

Leia Também: Espetáculo de homenagem a Hermínia Silva no Festival Santa Casa Alfama

Deixe um comentário