Costa inaugura na quarta-feira obra de Vhils na sede da UNESCO em Paris

Segundo uma nota do gabinete de António Costa, o projeto de doação, pelo Estado português, de uma obra de arte para a coleção da UNESCO remonta a uma visita efetuada, em 2019, pelo primeiro-ministro português à sede desta organização internacional.

Uma visita que António Costa efetuou então por ocasião da proclamação do Dia Mundial da Língua Portuguesa “e do justo reconhecimento, por parte da UNESCO, da relevância da língua portuguesa à escala global”.

De acordo com a mesma nota, “a presente doação, sob a forma de uma intervenção artística de Vhils numa das paredes exteriores do edifício-sede da UNESCO, visa valorizar a criação contemporânea nacional e contribuir para a promoção da cultura portuguesa no plano mundial”.

A obra “Substratum”, do artista Vhils [Alexandre Farto], pretende ser uma homenagem ao trabalho da UNESCO na proteção do património mundial da humanidade.

António Costa deverá chegar à sede da UNESCO pelas 19:15 locais (mais uma hora do que em Lisboa), tendo depois um encontro a sós com a diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, antes, ainda, da inauguração da obra.

Estão previstas intervenções da diretora-geral da UNESCO, de Vhils e de António Costa.

Leia Também: Vhils está a criar um mural de homenagem na sede da UNESCO em Paris

 

Deixe um comentário