DGArtes apoia 64 associações culturais não profissionais de LVT

Segundo informação disponível no ‘site’ oficial da DGArtes, com um montante global de 300 mil euros, será apoiada “a atividade regular de associações e coletividades da região de Lisboa e Vale do Tejo, de que são exemplo as bandas filarmónicas, os grupos de teatro de amadores e os grupos de etnografia”.

Das 64 associações apoiadas, 38 são da área da música, oito de teatro, 16 de cruzamento disciplinar, uma de dança e uma outra de artes plásticas.

Esta linha de financiamento “pretende dar resposta a necessidades específicas da Região, contribuindo para o acesso e fruição cultural das respetivas populações”.

Os apoios atribuídos, no valor máximo de cinco mil euros, “destinam-se a iniciativas – a decorrer até ao final deste ano – que contribuam para estimular a participação das comunidades locais, fortalecer as relações entre os diversos agentes culturais não profissionais e estimular a criação de redes culturais nos territórios”.

A DGArtes destaca o contributo da linha de financiamento para apoiar entidades culturais não profissionais de Lisboa e Vale do Tejo “para a promoção da diversidade étnica e cultural, da inclusão social, da igualdade de género, da cidadania e da qualidade de vida das comunidades em diversos territórios locais”.

As candidaturas estiveram abertas entre 12 de janeiro e 14 de fevereiro.

Este apoio, atribuído pela primeira vez em 2021, “decorre do facto de a DGArtes ter sucedido nas atribuições da ex-Direção Regional de Cultura de Lisboa e Vale do Tejo no âmbito do apoio a entidades culturais não profissionais dessa região”.

A DGArtes recorda que, “nas regiões Norte, Centro, Alentejo e Algarve, são as Direções Regionais de Cultura os organismos competentes pela atribuição de apoio às iniciativas culturais locais ou regionais, de caráter não profissional”.

Leia Também: DGArtes apoia 18 projetos com apoio complementar ao ‘Europa Criativa’

Deixe um comentário