Feira ARCOmadrid 2024 decorre de 6 a 10 de março sob o tema das Caraíbas

O programa será composto por artistas e galerias ligados àquela região – sem se limitar ao território físico -, selecionados pelas curadoras Sara Hermann e Carla Acevedo-Yates.

“Neste espírito, a secção, que manterá ativa a ligação da feira à América Latina, contará com a participação de cerca de vinte galerias”, esclarece a organização em comunicado.

As galerias, nacionais e internacionais, têm até 22 de setembro para se candidatarem a participar no Programa Geral.

Com um enfoque principal na investigação e na descoberta, o certame, que decorre no Centro de Exposições da IFEMA Madrid, manterá as secções regulares das edições anteriores.

O conteúdo artístico do Programa Geral será composto por galerias selecionadas pelo comité organizador, composto por José Aloy (Polígrafa Obra Gráfica), Elba Benítez, Eduardo Brandão (Vermelho), Vera Cortês, Henrique Faria, Pedro Maisterra (Maisterravalbuena), Alex Mor (Mor Charpentier), Iñigo Navarro (Leandro Navarro), Sten Nordenhake (Nordenhake), Silvia Ortiz (Travesía quatro) e Rosa Santos.

Juntam-se ainda as secções com curadoria, como é o caso da ‘Opening’, que se destaca por promover a jovem cena galerística internacional, e ‘Never the Same. Latin American Art’, que continuará a investigar a diversidade de formas, práticas e sensibilidades artísticas da América Latina.

A primeira é comissariada por Yina Jiménez Suriel e Cristina Anglada, ao passo que a segunda tem curadoria de Manuela Moscoso e José Esparza Chong Cuy.

Por outro lado, a ‘ArtsLibris’, no seu esforço para incentivar o colecionismo, voltará a posicionar-se como um local de referência para o mundo das publicações de artista, das auto publicações, do livro de fotografia e do pensamento contemporâneo.

O Fórum e os Encontros Profissionais da ARCOmadrid terão no seu centro de análise e exploração o colecionismo e as Caraíbas, acrescenta a ARCOmadrid.

A feira vai decorrer nos pavilhões 7 e 9 do Parque de Exposições de IFEMA Madrid, dedicando os três primeiros dias exclusivamente a profissionais.

Leia Também: ‘Catarina e a beleza de matar fascistas’ vence prémio em França

Deixe um comentário