Festival ‘desdobra’ atividades culturais por 12 espaços de Évora

Trata-se da 5.ª edição do Desdobra-te — Festival de Dança e Outras Artes, organizado pela PédeXumbo — Associação para a Promoção da Música e Dança, com sede em Évora.

O Desdobra-te “é para todas as idades”, realçou a associação, que está a comemorar 25 anos de existência e que, na promoção deste festival, conta com o apoio da câmara e outras entidades.

A Arena d’Évora, o Teatro Garcia de Resende, o Espaço Celeiros e as sedes da Sociedade Harmonia Eborense, do Grupo Pró-Évora, da associação É Neste País e da SOIR Joaquim António d’Aguiar são alguns dos ‘palcos’ do evento.

Segundo os promotores, o programa do festival “tanto satisfaz os impulsos dos habitués do ‘folk’ como as famílias ou até os que se dizem ‘pés de chumbo’ e preferem uma experiência mais relaxada e abrangente”.

O programa conta com uma parte mais dedicada à dança e ao movimento, que inclui bailes ‘folk’, oficinas, a performance “São saias senhores, são saias”, de Ângelo Neto, António Bollaño e Tomás Gomes, e um espetáculo da atriz e criadora Lúcia Caroço.

Os bailes, que se realizam, todas as noites, na Arena d’Évora, são animados pelos franceses Duo Brotto Raibaud e Edentia, pelos brasileiros Forró Harmonize e pelos portugueses Burel e Parapente 700.

A outra parte da programação concentra as iniciativas ligadas às outras artes, como a música, com os concertos de A Úrtiga, da Orquestra do Bairro e da iniciativa ‘Musicálogos’, da Capote Música, que junta os músicos Lília Esteves e João Cágado.

Deste lado do programa, há ainda conversas, oficinas de expressão plástica, visitas e provas gastronómicas e teatro, como o espetáculo “Fado Mimado”, da d’Orfeu, com a interpretação de Zé Pedro Ramos e Patrícia Lestre.

Leia Também: Victor Vidal “emocionado” após vencer Prémio Leya

Deixe um comentário