Festival SBSR termina hoje com Steve Lacy, Kaytranada e Ezra Collective

O recinto, localizado numa zona arborizada entre a lagoa de Albufeira e a praia do Meco, no concelho de Sesimbra, e onde o SBSR tinha acontecido pela última vez em 2019, abre hoje, pela última vez este ano, às 15h00.

Hoje, o palco principal acolhe as atuações de Ezra Collective, Kaleo, Kaytranada, Steve Lacy e Parov Stelar.

Pelo segundo palco passam Apart, Biig Piig, Pinkpantheress e L’Impératrice.

Surma, Irma e Tomas Wallenstein compõem o alinhamento do palco dedicado à música nacional. Chico da Tina, Moullinex com GPU Panic e Blond:ish atuam no palco dedicado à música eletrónica.

Para chegar ao recinto, que tem capacidade para 20 mil pessoas, a organização recomenda o uso de transportes públicos.

“Aconselhamos os festivaleiros a irem de comboio até Coina [no concelho do Barreiro] e de Coina apanharem o autocarro, que pára à porta do festival. [Para o regresso,] temos um comboio extra às 03h30, da estação de Coina para Lisboa”, disse o promotor Luís Montez, em declarações à Lusa.

Há também “uma paragem para TVDE” junto ao recinto.

A pensar em quem, mesmo assim, opte por chegar ao festival em veículo próprio: a zona de estacionamento foi “substancialmente aumentada”.

A zona de campismo, gratuita para os portadores de passe de três dias, abriu na quarta-feira e encerra no domingo às 17h00.

Mais informações sobre a 27.ª edição do SBSR podem ser consultadas no ‘site’ oficial do festival em www.superbocksuperrock.pt.

Leia Também: Marés Vivas. Cartaz com Da Weasel em destaque esgota primeiro dia

Deixe um comentário