Filme português ‘Fogo-Fátuo’ abrirá festival Queer Lisboa em setembro

“Com as salas a funcionar novamente a 100% da sua capacidade”, o Queer Lisboa ocupará o São Jorge, mas também a Cinemateca Portuguesa, tendo escolhido ‘Fogo-Fátuo’ para a abertura oficial, a 16 de setembro.

O filme, “uma comédia erótica em formato musical”, teve estreia mundial em maio, na Quinzena de Realizadores, no Festival de Cannes, tendo já sido exibido em festivais na Austrália e na Bélgica, tendo sido premiado no festival de cinema de Bruxelas.

‘Fogo-Fátuo’, que também está integrado na programação do Curtas Vila do Conde, a decorrer nesta cidade, é uma produção da Terratreme Filmes e da Filmes Fantasma, em coprodução com França, e conta com interpretações de Mauro Costa e André Cabral, aos quais se juntam, entre outros, Joel Branco, Oceano Cruz, Margarida Vila-Nova e Miguel Loureiro.

O Queer Lisboa anunciou igualmente que o encerramento será com o documentário ‘Esther Newton Made Me Gay’, da realizadora Jean Carlomusto, sobre a antropóloga social e ativista lésbica Esther Newton.

Este ano, o Queer Lisboa contará ainda com a retrospetiva ‘Notes on Camp: o Delírio Drag do Gay Girls Riding Club’, dedicado a um coletivo que nos anos 1960 começou a fazer filmes de paródia ao cinema de Hollywood.

O Queer Lisboa decorrerá de 16 a 24 de setembro e o Queer Porto está marcado de 29 de novembro a 4 de dezembro.

Leia Também: Livraria Aberta quer ajudar a resgatar a história ‘queer’ em Portugal

Deixe um comentário