Filmes de Nuno Beato e Margarida Cardoso recebem apoio do Eurimages

 

‘Os demónios do meu avô’ é uma longa-metragem de animação do realizador português Nuno Beato, produzida pela Sardinha em Lata, e que receberá 380.000 euros do fundo Eurimages.

O filme, com argumento de Nuno Beato e Possidónio Cachapa, está a ser feito em ‘stop-motion’ com animação de volumes e é ambientado numa aldeia imaginária em Vale do Sarronco, povoada de humanos, animais e seres fantásticos inspirados no universo singular da ceramista Rosa Ramalho.

A longa-metragem conta com apoio financeiro do Instituto do Cinema e do Audiovisual e coprodução internacional com Espanha e França.

Com 250.000 será apoiado o projeto de longa-metragem ‘Banzo’, da realizadora portuguesa Margarida Cardoso, em coprodução com França e com produção portuguesa de Uma Pedra no Sapato.

À agência Lusa, Margarida Cardoso explicou que o filme é uma ficção sobre um médico que, nos anos de 1970, vai para uma roça, com escravos, em São Tomé e Príncipe. A rodagem, neste país, está marcada para a primavera de 2022.

Com um total de 10,8 milhões de euros de financiamento disponível para coproduções, o fundo Eurimages irá ainda apoiar a longa-metragem documental de animação ‘They shot the piano player’, de Fernando Trueba e Javier Mariscal com 470.000 euros.

O filme dos dois espanhóis conta com coprodução de França, Países Baixos e Portugal, através da produtora Animanostra.

‘They shot the piano player’ será um documentário em animação sobre música brasileira – em particular sobre os primeiros anos da Bossa Nova -, tendo como mote a vida trágica do pianista Francisco Tenório Jr., que foi sequestrado e morreu na Argentina, em março de 1976, às mãos de militares, nos dias que levaram à instauração da ditadura no país.

O documentário ‘Le mystère Goya’, do realizador espanhol José López Linares, também com coprodução minoritária portuguesa, receberá 110.000 euros do Eurimages.

Segundo o Conselho da Europa, este fundo de apoio à coprodução cinematográfica do Eurimages irá apoiar um total de 49 projetos de longas-metragens, dos quais seis são documentários e três são animação.

Cerca de 35% dos projetos a apoiar são realizados por mulheres, totalizando 3,5 milhões de euros.

Leia Também: Nova loja de Los Angeles da Apple é num cinema de quase 100 anos

Deixe um comentário