Novo álbum de Ed Sheeran líder em 11 países (em Portugal está no pódio)

O novo álbum do cantor britânico Ed Sheeran – ‘-‘ (Subtract) – já é líder de vendas em onze países. Por cá, o álbum lançado a 5 de maio, “garantiu entrada direta para o pódio do top de vendas”.

Segundo um comunicado da editora Warner Music, o sexto álbum de Ed Sheeran liderou os tops de vendas na Áustria, Austrália, Bélgica, França, Alemanha, Irlanda, Nova Zelândia, Países Baixos, Suécia, Suíça e Reino Unido.

‘-‘ (Subtract) é “um álbum que revisita as raízes” de Ed Sheeran “enquanto cantor/compositor” e foi “escrito num cenário de luto e de esperança pessoal”, apresentando o artista “no seu estado mais vulnerável e honesto”.

Citado no comunicado, o artista afirmou que “escrever canções” é a sua “terapia”, que o ajuda a “compreender emoções”. “Escrevi sem pensar em como seriam as músicas, apenas escrevia o que caía cá para fora. E no espaço de uma semana, substituí uma década de trabalho com os meus pensamentos mais profundos e obscuros”, explicou.

“No espaço de um mês, a minha mulher estava grávida e foi informada de que tinha um tumor, sem possibilidade de tratamento até a criança nascer. O meu melhor amigo, Jamal, um irmão para mim, morreu repentinamente e dei por mim em tribunal, a defender a minha integridade e carreira como compositor. Estava numa espiral de medo, depressão e ansiedade. Sentia que me estava a afogar, com a cabeça debaixo da superfície, a olhar para cima, mas sem conseguir sair para recuperar o folgo”, acrescentou.

O artista descreveu o álbum como o “abrir o alçapão” da sua alma e sublinhou que “pela primeira vez” não está a tentar criar algo para agradar as pessoas, mas sim “meramente a por cá para fora algo que é honesto e verdadeiro”.

O tema ‘Eyes Closed’ – o 3.º no alinhamento do álbum – foi o 14.º single de Ed Sheeran a atingir o número 1 no Reino Unido e ultrapassou recentemente os 100 milhões de streams na plataforma no Spotify.  

Leia Também: Ed Sheeran nega rumores e diz que não foi convidado para a coroação

Deixe um comentário