Prémios Sophia distinguem longa-metragem ‘Alma Viva’ de Cristéle Almeida

Na cerimónia, que decorreu no Casino Estoril, no concelho de Cascais, “Alma Viva” venceu ainda os prémios para o melhor argumento original, a melhor caracterização e efeitos especiais, e a melhor direção de fotografia.

Pelo desempenho no filme, Lua Michel venceu o prémio para a melhor atriz principal e Ana Padrão foi distinguida como melhor atriz secundária.

O prémio de melhor realizador foi para Tiago Guedes, que concorreu com “Restos do Vento”, filme que valeu ao ator Albano Jerónimo o prémio Sophia para melhor ator principal e a Nuno Lopes o galardão para melhor ator secundário.

“Ice Merchants”, de João Gonzalez, foi premiado como melhor curta-metragem de animação.

O prémio Sophia de melhor série ou telefilme foi atribuído a “Causa Própria”, de Edgar Medina e Rui Cardoso Martins, realizada por Edgar Medina.

O melhor documentário em longa-metragem foi para “Cesária Évora”, realizado por Ana Sofia Fonseca.

Os prémios Sophia são organizados pela Academia Portuguesa de Cinema.

Leia Também: Vencedores dos Prémios Sophia do cinema português são hoje anunciados

Deixe um comentário