Primeira coletânea de obras de Shakespeare esteve exposta em Londres

Uma cópia da primeira coletânea de obras de William Shakespeare – conhecida, pelo menos – esteve exposta, esta segunda-feira, na Biblioteca da Guildhall, em Londres, Reino Unido, para marcar os 400 anos da sua publicação.

O livro data de 8 de novembro de 1623, apenas sete anos após a morte do dramaturgo britânico. Só esteve em exposição, no entanto, nesta segunda-feira, prometendo a instituição voltar a mostrá-lo ao longo do ano.

A Biblioteca da Guildhall fica onde os editores do fólio, amigos de Shakespeare, Henry Condell e John Heminges, viveram. Em frente está o cemitério onde foram enterrados.

Nele estão contidas 36 peças, incluindo 18 que não tinham sido publicadas antes, como ‘Noite de Reis’, ‘Medida por Medida’, ‘Macbeth’, ‘Júlio César’ e ‘A Tempestade’.

“Sem o primeiro fólio, poderíamos ter perdido a maior parte da herança de Shakespeare. A cópia que temos aqui é considerada uma das melhores do mundo. É absolutamente completa. Nada foi inventado a partir de outra cópia. Não há nada em fac-símile. Falta um pedacinho do canto de uma página que foi consertado, mas fora isso é uma cópia fantástica“, disse à AFP o bibliotecário principal da Biblioteca da Guildhall, Peter Ross.

Leia Também: ICA está à espera do Governo para abrir concursos de cinema e audiovisual

Deixe um comentário