Roger Waters vai reeditar ‘The Dark Side Of The Moon’. "É o meu projeto"

O músico Roger Waters tem vindo a trabalhar numa nova edição do albúm ‘The Dark Side Of The Moon’, um dos discos mais famosos da banda Pink Floyd, de que é co-fundador.

A revelação foi feita numa entrevista à publicação britânica The Telegraph, numa entrevista em que fala também da guerra da Ucrânia, tema que o tem vindo a colocar em polémica. Quanto à reedição do álbum, editado em 1973, Waters conta que tem vindo a trabalhar nele há meses.

“Fui eu que escrevi o ‘Dark Side Of the Moon’. Claro que éramos uma banda, e éramos quatro, todos contribuímos – mas é o meu projeto e escrevi-o”, referiu o artista, a quem foram atribuídos os créditos da composição de três músicas e de ser o co-compositor de outras duas.

Questionado pelo Telegraph se poderia haver problemas em relação aos créditos, o cantor não se mostrou muito preocupado: “Não faço ideia”.

O disco em questão deveria, de acordo com o que Waters explicou, ser relançado no próximo mês, mas por ainda faltarem alguns ajustes, foi adiado por, pelo menos, mais dois meses, não estando confirmado se o lançamento será ou não em maio – mas Waters garantiu que iria ser lançado.

Segundo o que é explicado na publicação, o tema Money é reeditado numa versão country, e há também a inclusão da voz de Roger Waters em temas instrumentais. Um dos temas em que a voz foi acrescentada será On The Run, em que será recitado um poema baseado num sonho que Waters teve.

Leia Também: Filmes portugueses de animação candidatos às nomeações de prémios Quirino

Deixe um comentário