Três dias "de festa à beira rio" no Porto com Robbie Williams e Ivete

Os cabeças de cartaz são, para o presidente da Vibes & Beats, promotora que organiza o North Music Festival, Jorge Veloso, o grande destaque desta edição do festival, que promete “três dias distintos, três dias animados e, portanto, três dias de festa à beira-rio”.

O promotor realçou que a organização fez “questão de ter a celebração dos 45 anos [de carreira] dos Jáfumega, bem como os Trabalhadores do Comércio”.

“Faz sempre parte do ADN do North Music Festival ter artistas do Porto, da zona do Porto”, salientou Jorge Veloso, em declarações à Lusa, dando ainda como exemplos Pedro Abrunhosa e Tiago Nacarato, que também integram o cartaz deste ano.

O primeiro dia é dedicado “à eletrónica e ao rock”, com The Chemical Brothers, Bomba Estéreo, The Legendary Tigerman, Trabalhadores do Comércio e Jáfumega.

“No segundo dia temos mais os ritmos quentes do Brasil, mas também Nininho Vaz Maia, que é português, mas também é bastante animado”, disse Jorge Veloso sobre o alinhamento de 27 de maio, que inclui Ivete Sangalo, Ana Castela, Gustavo Mioto, além de Nininho Vaz Maia.

O terceiro e último dia é “mais ‘pop rock'”, com Robbie Williams, Pedro Abrunhosa, The Black Mamba e Tiago Nacarato.

“Portanto, temos um alinhamento diferenciado em cada dia”, destacou o promotor, salientando que “o festival não é só um palco principal”.

Além deste, há também “um ‘sunset’, um palco no barco, um outro ‘indoor’ [dentro de portas], que é o ‘clubbing'”. É nestes palcos que irão atuar Djeff, King Kami, Progressivu, Francisco Gil (26 de maio), Batalá, Rich & Mendes, Switchdance (27 de maio), Shaka Lion e Yen Sung (28 de maio).

Para lá da música, haverá “imensas atividades paralelas, como o ‘Wine Garden’, os famosos passeios de barco e animações no espaço: barbeiros, ‘makeup’ [maquilhagem] e ‘tattoos’ [tatuagens]”, à semelhança de edições anteriores.

Embora o número de palcos seja o mesmo, o espaço do recinto “duplicou”.

“O espaço duplicou, visto termos ‘headliners’ [cabeças de cartaz] fortíssimos. Temos dias praticamente esgotados, necessitávamos de mais de mais espaço. Conseguimos aumentar o espaço e também iremos, nomeadamente a nível de estruturas de camarote, dobrar aquilo que tínhamos”, contou o promotor.

Este ano, a organização espera “15 a 18 mil pessoas por dia”. “O nosso grande objetivo é ter 50 mil pessoas nos três dias”, referiu Jorge Veloso, salientando que entre os bilhetes já vendidos, “20% a 30% são para fora” de Portugal.

“Temos 85 pessoas que vêm da Argentina ver o Robbie Williams e 50 pessoas de Israel, mas a maior parte das pessoas é mesmo aqui da vizinha Espanha, como é óbvio, França e Inglaterra. Dos países aqui da Europa, praticamente todos”, disse.

Os passes de três dias para o North Music Festival estão esgotados, mas ainda há bilhetes diários, que custam 55 euros, para os dias 26 e 27 de maio, e 95 euros para o dia 28.

Os horários das atuações e outras informações relativas ao festival podem ser consultados ‘online’, em https://www.northmusicfestival.com/2023.

Leia Também: Ivete Sangalo, Calema e Ana Castela atuam na Queima das Fitas de Coimbra

Deixe um comentário