Tribunal autoriza uso de músicas dos Sex Pistols em série de televisão

 

Em causa estava uma batalha legal entre os elementos da banda sobre a utilização das suas músicas na série ‘Pistol’, que o realizador britânico Danny Boyle está a realizar desde março.

O ex-vocalista, John Lydon (Johnny Rotten), queria impedir o uso das canções na produção da série, mas o baterista Paul Cook e o guitarrista Steve Jones levaram o caso a tribunal e ganharam.

De acordo com Paul Cook e Steve Jones, os Sex Pistols tinham um acordo, celebrado em 1998, segundo o qual as decisões sobre os pedidos de licenciamento das músicas poderiam ser determinadas por maioria.

John Lydon alega que as licenças para usar as músicas têm sempre de ter o seu consentimento e considerou que na série de Danny Boyle é retratado de forma “hostil” e “pouco lisonjeira”.

A série ‘Pistol’ terá seis episódios e do elenco fazem parte, entre outros, Anson Boon (Rotten), Jacob Slater (Cook), Toby Wallace (Jones) e Louis Partridge, no papel do baixista Sid Vicious, que morreu em 1979.

A produção baseia-se nas memórias do guitarrista Steve Jones, a propósito de uma banda que esteve no epicentro do punk britânico dos anos 1970.

Na série estarão ainda ficcionados, entre outros, o empresário Malcom McLaren, Nancy Spungen, namorada de Sid Vicious, o realizador Julien Temple e os músicos Billy Idol, Chrissie Hynde e Siouxie Sioux.

Esta não é a primeira vez que John Lydon tenta impedir o uso das músicas da banda. O empresário de Lydon já impediu que se usasse o hino punk do Sex Pistols -‘God Save the Queen’ – na série ‘The Crown’.

Leia Também: Guitarrista dos Sex Pistols recusa que Lydon fique mal visto em série

Deixe um comentário